Guia frutos do mar: por que comer lula e polvo?

Guia frutos do mar: por que comer lula e polvo?

Conheça os benefícios de comer lula e polvo; saiba quais são suas diferenças

Os frutos do mar são um grupo de alimentos bastante variado, com inúmeras opções, que vão desde crustáceos até moluscos. No guia de hoje, falaremos mais especificamente sobre lula e polvo, destrinchando seus benefícios à saúde humana.

A lula e o polvo são moluscos bem quistos na culinária, já que são iguarias extremamente deliciosas e que podem ser preparados de diferentes formas, dando origem a pratos ótimos e belos. 

Antes de falarmos mais sobre os benefícios de comer lula e polvo, é importante sabermos suas diferenças. 

Qual a diferença entre lula e polvo?

Basicamente, podemos dizer que a lula tem o corpo alongado, em forma de tubo, e possui em torno da boca oito braços cheios de ventosas e dois tentáculos. Além disso, as lulas ainda têm duas nadadeiras triangulares, que ajudam o molusco a se movimentar na água.

O polvo, porém, tem um corpo de formato arredondado. Apesar de também possuir oito braços, conta com somente uma ou duas fileiras de ventosas, capazes de aderir a qualquer superfície. Por fim, tenha em mente que as lulas não possuem tentáculos nem nadadeiras. 

Guia frutos do mar: por que comer lula e polvo?
À esquerda, um polvo; à direita, uma lula

Afinal, por que comer lula e polvo? Conheça os benefícios do seu consumo

Tanto o polvo como a lula são alimentos extremamente benéficos à saúde do ser humano, oferecendo uma série de vantagens. 

O polvo, por exemplo, é um animal rico em ômega 3, como boa parte dos frutos do mar e peixes. 

Esse tipo de gordura é muito importante para o funcionamento do sistema cardiovascular, à medida que evita que se formem placas de gordura nas artérias, bem como é essencial contra a hipertensão, derrames e até infartos.

O ômega 3 é importante porque também diminui a inflamação, ajuda a combater a depressão, combate a asma, previne doenças auto-imunes, ajuda a controlar a glicemia, melhora o funcionamento cerebral e muito mais.

Vale lembrar que, por conter poucas calorias, o polvo é tido como uma carne magra e muito nutritiva. Pelo fato de possuir poucas gorduras, naturalmente o polvo ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim e também os níveis de triglicerídeos no organismo.

Por fim, o polvo é fruto do mar que contém muitos aminoácidos, que possuem uma importante função para o corpo: regenerar as células e os músculos, benefício este fundamental para quem pratica esportes e/ou atividades físicas regularmente. 

Agora, entre os benefícios de comer lula, podemos destacar que se trata de um molusco cujo alto valor nutricional é fundamental para a saúde. 

A lula possui um elevado teor de vitamina B12 e vitamina B3, fornecendo mais energia ao corpo  e estabilizando os níveis de açúcar no sangue, o que é ótimo na prevenção da diabetes.

Saiba ainda que a lula é um alimento rico em proteínas e minerais como fósforo, selênio, magnésio e ferro. Como resultado, temos um alimento que ajuda a prevenir o câncer, fortalece os ossos, auxilia no tratamento da pressão alta e ainda evita a anemia. 

Para finalizar, a lula ainda é conhecida por auxiliar o sistema imunológico, melhorar a saúde do coração e ainda é considerada um dos frutos do mar mais vantajosos para a saúde, uma vez que apresenta os menores níveis de contaminação por mercúrio.

Agora você sabe por que comer lula e polvo

Sabendo mais sobre os benefícios da lula e do polvo, sem dúvida fica mais fácil compreender a importância do seu consumo. 

Para ler mais conteúdo como este, acompanhe o blog da Marettimo. Até a próxima! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *